Workshop 

23 e 24 de Abril
10h-13h

FILMAR A DANÇA
COM RICARDO LEITE

Nesta curta oficina iremos abordar diversas questões. Que tipo de projecto pretendemos filmar? Que materiais são necessários e se adequam ao projecto específico? Podemos filmar com pequenas câmaras ou telemóveis, ou necessitamos de câmaras de vídeo com maior definição e qualidade? O projecto tem som ao vivo? Que métodos de captação de som podemos utilizar? - Iremos fazer curtas filmagens de pequenos exercícios para poder trabalhar em seguida na montagem. Irão ser exibidos alguns trabalhos sobre dança realizados pelo formador. No final iremos proceder à montagem de pequenos trechos dos exercícios realizados, abordando a sincronização de som e imagem e ritmos de edição.
 

Inscrições aqui.

23 de Abril
17h-19h15

1ª SESSÃO FILMES
SELECIONADOS

Categoria Nacional

Milho Rei de Nilsen Jorge e

Thora Nadeshka Calderon (PT)

CONCRETE de Lea Siebrecht (PT)

Corpo Líquido e Plástico de A.

Isa Araújo (PT)

Breathe a little bit faster, now! l

1984 de Sara Bernardo e Pedro

Emes (PT)

Ensaios sobre luz de Suzana

Rosas (PT)

Traço no Espaço de Julia Ebert

Junqueira (PT)

Categoria Internacional

Make Myself at Home de

Supatchai Lappakornkul (CHN)

Island of Trees de Małgorzata Suś 
(PT)

RED LINE de Irishia Hubbard (USA)

Scapelands de Katie Beard,

Naomi Turner (UK)

YEL de Rima Pipoyan (ARM)

Sandline de Christopher Lewis-Smith (UK)

NUIT de Laurence Marthouret

(FRA)

Abbiosis de Lucía García (ESP)

LADY BLACKSHIRT de Roseanna Anderson-
Impermanence

23 de Abril
20h-23h15

JANTAR-CINEMA

Untraceable Patters.png

Um jantar onde serão apresentados três filmes pertencentes a duas das Juradas do Festival Né Barros e Roseanna Anderson.

Landing de Né Barros

LANDING é um projeto híbrido entre o vídeo-dança e a narrativa ficcional. A partir de uma interpretação do trabalho coreográfico de Né Barros, personagens metafóricas cruzam-se numa história contada através dos gestos, dos corpos e dos lugares. Aquilo que se pretende contar é a própria vida, do princípio ao fim. E o grande conflito que atravessa este percurso é o da aterragem sempre incompleta: a aterragem que não será afinal mais do que a chegada a um estado de coisas, a uma imobilidade definitiva. É o eterno conflito entre o arrebatamento das paixões e a aspiração oculta à serenidade, ao equilíbrio, ao conformismo e à morte.

Untreacable Patterns de
Né Barros

Um projeto coreográfico e musical onde se exploram matérias visuais e sonoras, cruzamentos, deslocações que ao mesmo tempo que instalam a composição, desestabilizam-na. Ainda em processo, a peça vai ganhando forma através da sucessão de novos ambientes visuais e sonoros, apesar de no seu todo parecer ato único. Para estes quase-padrões, para estes constantes desvios, usamos fontes naturais (animais) e palavras que se repetem e se alteram. Esses materiais representam massas, grupos, movimentos migratórios, de forma que o indivíduo seja aqui um exemplar do coletivo.

Landing.jpg

LADY BLACKSHIRT  de Roseanna Anderson - Impermanence

Nascido de um projeto de pesquisa durante a pandemia, em que a Impermanence contratou 100 artistas para responder a artigos e trechos das primeiras revistas modernistas, o filme é um trabalho de colagem baseado em dança abstrata, com material novo filmado no palco Bristol Old Vic durante confinamento. O filme leva o nome de uma das histórias em destaque, a da sufragista e das primeiras feministas Mary Richardson, que em 1914 vandalizou uma pintura de Vênus na National Gallery em protesto contra a prisão de sua companheira, mas que mais tarde viria a liderar o Women's seção da União Britânica de Fascistas. O filme faz referência à ambiguidade política que existia na época e que se reflete hoje, onde uma confraternização de opostos emerge quando o status ou o centro se erode.

20210402-Screenshot 2021-04-02 at 20.58.09.jpg

24 de Abril
17h-20h

2ª SESSÃO FILMES
SELECIONADOS

Categoria Internacional

S-END DE CARLOS SAOR (ESP)

YÚ had things to do in the other world de Joyce Islas , Mariana Fernández, Julio López (MEX)

SALTARE VITAM de Fanfy

Francoise Garcia, Rachel Guénon 
(FRA)

Crying on the island they own de Joan Dwiartanto, Cyrie Topete (ID)

BABY TEETH de Vince Hattrup (CA)

Queda nº1 de Babi Fontana e

Victor Costa (BR)

In High Winds & Slippery Surfaces de Pernille Spence, Corinne Jola, Zoë Irvine (UK)

Unprooted de Rosely Conz, Stephany Slaughter (USA)

BELLE BELTZA de Andrea Hackl (NL)

Archiving the body de Leisa

Prowd (DE)

Categoria Mérito

VACCUM de Edna Stern (IL)

Boogie stomp pink de Stuart

Pound (UK)

Nieboscian - Freedom lives in a head de Jagoda Turlik (PL)

Juliet de Angie Su (USA)

EXIST de João Meirinhos e Diana Niepce (PT)

Behind Closed doors de Eva Tey (CHN)

Memory of the forgotten de

Marta Arjona, Maite Blasco,

Raquel Rodríguez (ESP)

a62d90a596cc126442c3b708bde70bcd.jpg
joana-gusmao-scaled_edited.jpg

ENTREGA DE
PRÉMIOS

24 de Abril
20H45-21h45

À conversa com
Né barros
Joana Gusmão
Roseanna Anderson

images_edited.jpg

CONCERTOS

24 de Abril

WTF BACH

22h

SEREIAS

22h30

serias 1_edited.jpg

Apresentação do novo
disco

Ficha Técnica / Artística

Direção Artística e Programação

Mariana Amorim

Programação e Produção

Andreia Fraga

Assistência de produção

Carolina Elvira, Joana Pereira, João Oliveira

Direção Técnica

Afonso Lemos

Vídeo e edição

Daniel Pinheiro

Juradas

Joana Gusmão, Né Barros e Roseanna Anderson

Formadores

Ricardo Leite

Registo Fotográfico

Cassilda Rodrigues

Web Design

Teresa Alpendurada

Design Cartaz

EAS studio

Assessoria de Imprensa

Sofia Figueiras

Parceiros

Associação Recreativa Valboense Luz e Vida

Apoio Institucional

DGartes - Ministério da Cultura

Agradecimento especial a

Vítor Reis Cardoso, Radu Steclea, Open Vision

BILHETEIRA: ticketline